Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




No Espaço-Tempo

por O Gil, em 08.06.19

Não sei se estava no momento

Ou se o momento estava em mim.

Sei que não estava sozinho

Vendo o mundo num relance.

Tudo o que havia lá fora,

Lá fora de nós,

Eram sombras ténues,

Sussurros leves,

Brisas frágeis

E vultos esbatidos.

 

O mundo existia à mesma,

Desde os prédios,

Às pessoas

Ao vasto universo.

Por vezes embatíamos nele,

Perdidos em nós.

Percebi então que

Não me queria encontrar,

Queria apenas navegar

Em uníssono pelo não-vazio

Tão oco como o ar,

Embater nos prédios,

Nas pessoas,

No universo em si.

 

Queria viajar por uma estrada infinita

Em piloto automático,

De olhos vendados

E coração aberto.

 

Se apenas

O espaço-tempo

Fosse nosso refém

E não ao contrário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:16


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog