Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Humano Adquirido

por O Gil, em 28.10.15

A verdadeira dívida do ser humano

é o peso relativo que advém de uma prescrição da sua condição,

como se ele fosse o seu próprio médico.

Equanto decifra a natureza da sua doença

não lhe passa pela cabeça que é tudo uma ilusão

projetada por uma catastrófica interpertação

daquilo que de outra forma seria real.

Não lhe ocorre que a ocorrência da sua consciência

é insuficiente para totalmente descrever a profundidade da sua ignorância,

e que face à sua ingenuidade,

criou mecânicamente um sistema que o ilibasse da culpa com destreza.

Se por ventura esta agilidade fosse utilizada

para pagar a sua dívida o homem pensaria

que a vida não era necessariamente ditada por quem a dizia,

mas sim uma opção de concretização

do seu interno desejo de criar o embrião.

Na verdade, o homem estava demasiado ocupado.

Consumido pelos seus adquiridos propósitos negou-se

de praticar aquilo que o tornava animal,

e no lugar construiu um pedestal com tudo aquilo que não podia ser,

pois apenas dessa forma podia subservir 

o conceito geral que o abrangia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.10.2015 às 19:26

great! :)

Comentar post



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog