Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Estranheza do Ser

por O Gil, em 14.05.17

Sou um estranho a mim mesmo.

 

Danço oculto no breu da noite

Como um vulto desconhecido.

 

Na água e nos espelhos vejo apenas refletidas

Ténues linhas ilusórias e espectrais,

Ondulando ao som da ignorância,

E pouco mais reais que a vida.

 

No trono do pensamento sento-me e pondero

Se não será tudo um pesadelo,

Duradouro na sua tormenta

E inquebrável na sua natureza.

Mas os pesadelos são conhecidos,

São medos e superstições

Catapultados do cerne da existência

Para um patamar de preponderância.

 

Onde me encontro não há patamares.

Não há revelações,

Nem surtos de emoções

Nem míseras epifanias.

Há apenas um vasto oceano,

Engolido pela voracidade do horizonte,

E uma jangada algures a flutuar

Onde eu me ergo,

Procurando na plenitude infinita

Alguma semelhança de significado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.05.2017 às 22:29

O que mais me atrai neste blog, que sigo desde o início é a capacidade de nos identificarmos com a tua escrita, tão leve e tão poderosa! Parabéns
Imagem de perfil

De O Gil a 15.05.2017 às 15:21

Obrigado pelas palavras, espero que assim permaneça.
Imagem de perfil

De PP a 18.05.2017 às 01:09

Fantástico.
Tão bem escrito e ... Tão eu!
Imagem de perfil

De O Gil a 18.05.2017 às 13:14

Concordo, após ler consigo identificar semelhanças interessantes. Obrigado!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2017 às 12:03

Poético...
Imagem de perfil

De HD a 15.06.2017 às 18:42

Muito intenso :)
Imagem de perfil

De O Gil a 15.06.2017 às 18:50

Tal como a vida!
Imagem de perfil

De HD a 15.06.2017 às 18:55

Sim :)

Comentar post



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog