Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


É um daqueles dias

O Gil em 05.10.17

É um daqueles dias, Em que nenhuma música Filme ou livro À face desta terra me pode satisfazer. É um daqueles dias incompletos De uma estranha vida, Sem inicio, meio ou fim....

The Great Illusion

O Gil em 07.09.17

Look at the sky and you shall see, There are no gods and spirits, Only the great blue sea.

Pós-homem

O Gil em 03.09.17

Fala-me de ti, Irmão. Fala-me da natureza do teu ser. Mas fala-me apenas se souberes falar. Não te expresses como um macaco E não te limites a vocalizações primitivas. Fala-me...

A Morte de Um Homem Chamado Z

O Gil em 28.08.17

I Era segunda-feira e Z estava a morrer, mas ele não fazia ideia. Sentado na sua poltrona em frente à lareira, rodeado por livros, rabiscava num papel palavras e ideias. O úni...

A Poesia

O Gil em 14.07.17

A poesia Escorre-me pelos dedos Como água de uma torneira defeituosa. Uma torneira que abre a corrente Apenas quando não estou em casa, Quando não posso controlar o seu fluxo ...

As Confissões do Zé Povinho: A Torm...

O Gil em 11.07.17

Há uma trivialidade que me atormenta. A de ser uma pessoa. Pode parecer infinitamente complexo ser uma pessoa, deter em nós uma parafernália biológica inimaginável resultante ...

Naufrágio do Significado da Vida

O Gil em 30.06.17

Um pouco por todo o mundo Os homens velhos morrem E os homens novos nascem. Um pouco por todo o mundo A felicidade alterna com a tristeza Ao ritmo do esquecimento. Um pouc...

'The Truman Show' e a Ilusão da Vida

O Gil em 17.06.17

AVISO: spoilers pesados para o filme 'The Truman Show' Há na Vida humana uma qualidade sempre presente e quase permanente; a sensação de que a existência que engloba essa v...

Doce e Amargo faz o Ser

O Gil em 17.06.17

Doce ser, Amargo ser, Posso eu ser um atributo singular? Posso eu ser uma sobre-simplificação? Como posso eu parecer como vocês? Irmãos e Irmãs, Quem de nós é apenas o que...

The Horror Within

O Gil em 15.06.17

The only horrors in the world are the ones contained within this universe. I have felt the full spectrum of emotions, fear most of all, but there was only one moment when I fe...

Perdido no Mar da Vida

O Gil em 28.05.17

No mar da alma esquecida Reside um homem perdido. Não sabe o Norte nem o Sul, Não vê barcos nem ilhas, Não conhece as suas coordenadas Nem se há terra à vista. O homem sa...

A Praia Artificial

O Gil em 23.05.17

023, um numa linha de robôs experimentais que estão a ser utilizados para testar tecnologias de inteligência artificial, escapa o laboratório à beira-mar onde estava enclausur...

A Estranheza do Ser

O Gil em 14.05.17

Sou um estranho a mim mesmo. Danço oculto no breu da noite Como um vulto desconhecido. Na água e nos espelhos vejo apenas refletidas Ténues linhas ilusórias e espectrais, ...

O Nosso 25 de Abril está a Morrer

O Gil em 25.04.17

No dia 25 de Abril de 1974 uma faísca revolucionária incendiou a chama da liberdade em Portugal e queimou as estruturas do regime autoritário que o governava desde 1926. A ...

13

O Gil em 13.04.17

Há na arte uma característica que escapa a qualquer outro aspeto da expressão humana, até mesmo à comunicação direta entre pessoas. Na arte há um meio, uma ponte, que liga as ...

Memórias ao Vento

O Gil em 07.04.17

O vislumbrar da terra que nos viu nascer. Uma memória efémera Que esvoaça ao vento Como a poeira que paira nas distantes paisagens. Como a poeira no vazio perdida, A memóri...

A Persistência da Morte

O Gil em 01.04.17

Passados tantos dias desde que a nauseabunda morte se afincou em mim e me marcou a vida enquanto moribunda, Que nunca mais me ocorreu, talvez porque nunca antes se sucedeu, ...

A Carne Constituinte

O Gil em 21.10.16

A totalidade de um ser pode ser entendida através da soma das suas partes individuais. Duas pernas, dois braços, uma cabeça, um orgão genital e até um baço. Também se pode d...

The Lung of The Underworld

O Gil em 20.10.16

All of existence was an illusion. Not outside itself, since that space was filled by which was never seen before, but inside each sentient being. A trait shared not only by hu...

Lágrima Anal

O Gil em 11.01.16

No centro do estúdio reside um corpo feminino, uma forma da natureza a ser vislumbrada enquanto arte. Os contornos e as curvas são analisados ao pormenor e as expressões são...

A Tale of Gruesome Men

O Gil em 11.01.16

Keaton lived a tiresome life. To him, the overarching experience known as life wasn't much more than an accretion of singular meaningless moments that failed to provide a suit...

Matrimónio Ilusório

O Gil em 10.01.16

Cada fantasia tomava a forma de uma realidade e imediatamente por consequência essa denominação se tornava enganadora, pois quando o sonho compete com o real apenas os detalhe...

Destino de Burro

O Gil em 12.12.15

Entrada do diário de Salvador Palmadinha, onde relata resumidamente a sequência de eventos que levou à revolta dos Asnos e subsequente conquista do mundo por parte dos mesmos....

O Humano Adquirido

O Gil em 28.10.15

A verdadeira dívida do ser humano é o peso relativo que advém de uma prescrição da sua condição, como se ele fosse o seu próprio médico. Equanto decifra a natureza da sua doen...

As Confissões do Zé Povinho: Apropr...

O Gil em 28.09.15

Vivo a vida de outras pessoas. Não posso admitir que carrego a minha própria vida para a mente de outros, pois não acredito que tenha existido um momento onde fui eu própri...

As Confissões do Zé Povinho: A Étic...

O Gil em 26.09.15

Traição, calúnia, assassinato social. Crimes para alguns. Para mim, no entanto, que sou uma besta pérfida, é apenas uma das guias da minha moralidade provinciana. Palavras e...

As Confissões do Zé Povinho

O Gil em 26.09.15

"As Confissões do Zé Povinho" é um conjunto de pequenas histórias que irão servir como sátira ao humano comum e ao seu comportamento de cariz provinciano. Cada história aprese...

O diário de uma mente perdida

O Gil em 01.02.15

Acordei um dia, aborrecido, entediado de nada saber e nada fazer ao mesmo tempo. Decidi viajar. Uma escapadela rápida até à costa. Foi a melhor viagem que já realizei. No me...

A dádiva do tempo contado

O Gil em 26.01.15

Segundo, minuto, hora, dia, inverso diminuto. Passa incógnito na origem, esconde-se infinito no próprio ápice, evela-se à quarta dimensão progredindo em simultâneo no espaço, ...

A (des)inteligência do amor

O Gil em 21.01.15

No dia a dia em que sobrevivemos, maioritáriamente falhamos, depois sofremos, eventualmente conquistamos, e viciosamente um ciclo se estabelece e a inescusabilidade desse proc...

O Porquê da Prisão

O Gil em 05.01.15

Porque não escutar a música vinda do chão, a água a escorrer das entranhas do coração, a liberdade do cérebro de um ancião ? Será tão improvável a revelação de uma simples s...

O Rio que é a Vida

O Gil em 05.01.15

Em tempos passados no presente vemos tudo o que é consequente, reflexões e concretizações de homens conscientes, mulheres diferentes, crianças contentes, poemas e canções noct...

Façam-me o que quiserem

O Gil em 05.01.15

O Blog mais diverso onde o verso se torna disperso, o mundo se torna controverso, e o universo fica submerso. Assim apresento este blog, com as palavras que irão reger o seu d...


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog